Publicidade 01

Slider

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

publicidade

publicidade

Text Widget

Sample Text

TV 100 Barreiras

GERAL

SAÚDE

ENTRETENIMENTO

ESPORTE

FOTO DO FATO

» » » Sejus nega que morte de detendo na Irmão Guido tenha sido causado por explosão de uma granada

Um preso foi encontrado morto na Penitenciária Regional Irmão Guido, em Teresina. Detentos gravaram um vídeo em que relatam que o óbito foi consequência de bombas utilizadas durante vistoria comandada pelo novo diretor da unidade prisional. 



"Dia 14, vários presos baleados...muita bomba  que chegou ao falecimento de um preso. Foi muito tiro de borracha. O que nós quer é que os Direitos Humanos tome providências... venha no pavilhão B essa semana porque vai terminando o segundo preso a morrer" [sic], relataram os presos. 

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Justiça (Sejus) negou que tenha havido motim e ação violenta por parte da direção. A nota diz que ocorreu apenas uma vistoria de rotina. 

Sobre a morte do detento, a Sejus informou que o detento passou mal no último sábado (13), recebeu atendimento e alta médica, retornando ao presídio. Contudo, ontem (14)  ele teria reclamado novamente de dores. O Samu foi acionado para prestar atendimento, mas o detento morreu ainda dentro da unidade prisional e o óbito foi constatado durante vistoria. 

Na nota, a Sejus também nega que o óbito tenha ocorrido em decorrência de explosão de uma granada. 

Fonte: Cidade Verde

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga