Publicidade 01

Slider

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

publicidade

publicidade

Text Widget

Sample Text

TV 100 Barreiras

GERAL

SAÚDE

ENTRETENIMENTO

ESPORTE

FOTO DO FATO

» » MP-PI capacita profissionais da Rede de Atendimento à Mulheres Vítimas de Violências em Campo Maior

Em iniciativa inédita no estado, o Ministério Público do Piauí (MP-PI), por meio do Núcleo de Promotorias de Justiça de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar (NUPEVID), realiza o projeto “Compreender e Acolher”, de capacitação da Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência de municípios piauienses. Nesta sexta-feira (9), a capacitação foi realizada em Campo Maior.
 Com o objetivo de melhorar a integração e atuação dos órgãos e entidades formadoras da Rede de Atendimento à Mulher, o projeto promove reuniões de instrução dos profissionais do município diretamente envolvidos com a questão. São eles: profissionais da Saúde, da Educação, da Polícia Militar e Civil, judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Assistência Social, Conselho Tutelar, Coordenadoria ou Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres e demais entidades.
 “Nós partimos do pressuposto de que para oferecer um melhor atendimento e acolhimento, é necessário, antes, compreender o fenômeno da violência doméstica e estar ciente das atribuições de cada parte. Em Campo Maior percebemos uma excelente participação dos profissionais, então temos a expectativa de que a Rede estará, daqui para frente, mais fortalecida e a mulher mais protegida”, comenta a promotora Amparo Paz, coordenadora do projeto e do NUPEVID. 
Um dos pontos debatidos no encontro foi a necessidade de medidas que efetivem o pleno funcionamento do fluxograma da Rede, ou seja: que os órgãos executem as ações e políticas em conjunto. “É primordial que os profissionais sejam capazes de identificar os sinais da violência. Pois muitas vezes, em um atendimento não decorrente de uma denúncia, a sensibilidade de um agente de saúde ou de um professor é que irá evidenciar que aquela mulher sofre violência doméstica e, a partir disso, conectado com demais órgãos da rede, ele irá encaminhá-la para o atendimento necessário”, explica a psicóloga do NUPEVID, Cynara Veras. 
Com o primeiro encontro realizado em União, Campo Maior é o segundo município a receber a capacitação, a convite do promotor da 4ª Promotoria de Justiça da cidade, Luciano Nogueira. “Nós sentimos, aqui no município, a necessidade de haver uma capacitação neste sentido e, como sabíamos da iniciativa da promotora Amparo Paz, a convidamos e ela prontamente aceitou. A partir de agora, esperamos que haja uma maior integração entre os órgãos e nos colocamos à disposição para contribuir com os nossos serviços”, finaliza. 
Além de profissionais de Campo Maior, também participam formadores da Rede dos municípios de Sigefredo Pacheco, Nossa Senhora de Nazaré e Jatobá. Este último, com a presença do próprio prefeito da cidade. 
Ascom

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga