Publicidade 01

Slider

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

publicidade

publicidade

Text Widget

Sample Text

TV 100 Barreiras

GERAL

SAÚDE

ENTRETENIMENTO

ESPORTE

FOTO DO FATO

» » » João Félix será acionado na justiça por não pagar dividas de fornecedores da Prefeitura de Campo Maior


A Procuradoria Geral do Município de Campo Maior vai pedir ao Ministério Público para ingressar com a ação por improbidade administrativa por perdas e danos causados ao erário publico e também ingressar na Justiça com o pedido de indisponibilidade de bens do ex-prefeito João Félix e o ressarcimento aos cofres públicos no valor de R$ 338.407,03 por não ter pago, em 2009, fornecedores da Prefeitura de Campo Maior.

A dívida gerou precatórios e, em outubro de 2019,o Tribunal de Justiça do Piauí determinou o sequestro de verba público dos cofres do município para pagamento desses precatórios.

Uma das dívidas era de fornecimento de combustível no valor de R$ 245.249,76 e ai também está sendo investigado o fato de que o abastecimento havia sido feito mesmo para o consumo dos carros da Prefeitura de Campo Maior.

O procurador geral do Município, Pedro Hilton, disse que o ex-prefeito João Félix chegou a fazer acordo para o pagamento da dívida, mas deixou de cumprir o acordo com o fornecedor,  que faliu por causa da falta de compromisso do ex-prefeito. O posto de combustível chegou a ser arrendado e depois fechou novamente, voltando a funcionar somente em 2019, quando a Prefeitura de Campo Maior fez o pagamento da dívida.

Pedro Hilton disse que a falta de compromisso com os pagamentos das dívidas, acarretou prejuízos ao aos cofres do município impedindo investimentos por parte do poder público municipal. "Esses precatórios são apenas a ponta do iceberg, tem vários outros já executados que também vamos entrar com ação de improbidade", revela.

Só com precatórios, em 2019 a Prefeitura de Campo Maior teve um prejuízo de R$ 5 milhões e a Procuradoria Geral do Município está avaliando quais desses precatórios devem gerar ação de improbidade contra o ex-prefeito João Felix. 

“O município de Campo Maior tem levado grandes prejuízos com esses precatórios gerados a partir da gestão do ex-prefeito João Félix e o povo tem que ser ressarcido”, afirma o procurador geral Pedro Hilton.


Informações: portaldecampomaior

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga