Publicidade 01

Slider

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

publicidade

publicidade

Text Widget

Sample Text

TV 100 Barreiras

GERAL

SAÚDE

ENTRETENIMENTO

ESPORTE

FOTO DO FATO

» » » Homem conhecido como Papagaio é morto em troca de tiros com a polícia em Campo Maior

Foto: Divulgação/PM

Mais uma operação realizada pelas polícias militar e civil foi realizada na tarde desta sexta-feira (24) em Campo Maior. Dessa vez para da cumprimento a um mandado de prisão contra um foragido da penitenciária identificado por Raimundo Soares da Silva, vulgo “Papagaio”. O foragido reagiu à ordem de prisão e foi morto em troca de tiros com a polícia.

Papagaio é natural de Buriti dos Lopes, mas havia fixado residência há alguns anos na cidade de Castelo do Piauí e estava escondido na Rua Coronel Eulálio Filho em Campo Maior na casa do Josivan Medeiros de Lima, vulgo “Pardal”, que foi morto também em troca de tiros coma  polícia na última quarta-feira (22). Raimundo era fugitivo desde fevrerio deste ano da Major César, onde cumpria pena por tráfico de drogas e roubo.

NOTA DA POLÍCIA

O major Etevaldo Alves, comandante do 15º BPM, disse ao Em Foco que a morte do acusado foi o desdobramento da ação policial desencadeada na quarta-feira para prender Josivan, vulgo Pardal, que acabou com a morte do bandido.

"A polícia vinha investigando o paradeiro do acusado e tínhamos informação que ele estava em Campo Maior e estava armado. O mesmo foi localizado e ragiu a prisão e foi neutralizado pelas força s policias. Foi encontrado armamento com o suspeito. Além da arma dele, outras armas que pertenceriam ao comparsa Pardal, morto na quarta-feira" disse o comandante.

ESSA É A QUARTA MORTE EM SEIS DIAS

Com a morte de Raimundo Soares, são quatro mortes só na Rua Coronel Eulálio Filho e todas ligadas ao tráfico de drogas.

No dia 18 deste mês dois homens identificados por José Cardoso da Silva Filho, vulgo “José Filho”, e Antonio Lopes Pereira Filho, 38 anos, vulgo “Sem Pescoço” foram executados por volta das 11hs da manhã. As vitimas andavam em uma motocicleta que pertenceria a Pardal e foram perseguidos por um carro modelo gol, de cor preta. Um homem saiu do carro e executou os dois, enquanto o motorista não desceu do veiculo.


Na última quarta-feira (22/04) foi Josivan Medeiros de Lima, vulgo “Pardal” que reagiu à ordem de prisão da polícia e acabou sendo morto a tiros pelos policiais.


Informações: Emfoco

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga