Publicidade 01

Slider

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

publicidade

publicidade

Text Widget

Sample Text

TV 100 Barreiras

GERAL

SAÚDE

ENTRETENIMENTO

ESPORTE

FOTO DO FATO

» » » Juiz Eleitoral proíbe divulgação de pesquisa duvidosa sob pena de 20 mil reais em Campo Maior




Foto: Web



O juiz da 96ª Zona Eleitoral de Campo Maior, Júlio César Garcez, proibiu a publicação da pesquisa realizada pelo Instituto Credibilidade em Campo Maior para o cargo de prefeito e vereador. O magistrado entendeu que a pesquisa é duvidosa por apresentar falhas graves nos dados relatados pelo instituto à Justiça Eleitoral.
 

A pesquisa seria divulgada no dia 24 de outubro, mas não cumpre com as determinações da Resolução do TSE que dispõe sobre as pesquisas eleitorais, com falhas graves entre as conclusões da pesquisa e o questionário aplicado e registrado junto ao TSE. 

De acordo com a Justiça Eleitoral, os dados da pesquisa não coincidem, uma vez que foram entrevistados 370 pessoas, contudo, ao analisar as cotas  de sexo verifica-se que há apenas 142 pessoas do sexo masculino e 158 do sexo Feminino, totalizando 300 entrevistados. 

De acordo com a sentença judicial, a inconsistência põe em dúvida toda a pesquisa, haja vista que suprime possíveis informações de 70 pessoas em um plano de 370 entrevistados. Esse erro põe em cheque toda a estrutura da referida pesquisa causando temor na fidedignidade da coleta da intenção de voto no certame eleitoral. 

O juiz Júlio César Garcez, diante dos argumentos da representação feita pelo advogado Hartônio Bandeira, deferiu a representação e determinou ao Instituto Credibilidade que não faça a divulgação da pesquisa eleitoral sob pena do pagamento de multa diária de 20 mil reais.


Informações: portaldecampomaior

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga