Publicidade 01

Slider

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

publicidade

publicidade

Text Widget

Sample Text

TV 100 Barreiras

GERAL

CLIQUE E VEJA AS NOVIDADES!

SAÚDE

ENTRETENIMENTO

ESPORTE

FOTO DO FATO

» » » Wellington Dias anuncia 37 milhões de doses da vacina Sputnik até abril através do Consórcio Nordeste

(Foto: Roberta Aline/Divulgação)

O governador Wellington Dias participou na manhã deste sábado (13) com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e os governadores da região, que compõem o Consórcio Nordeste, onde comunicaram o fechamento do contrato de 37 milhões de vacinas Sputnik V entre o consórcio e o Fundo Soberano Russo. O governador afirma que com esse contrato, somando a outros já fechados, a expectativa é que em abril, o Brasil chegue a 50 milhões de vacinados. 

Wellington informou ainda que além das doses semanais das vacinas CoronaVac e AstraZeneca, produzidas pelo Instituto Butantan e FioCruz, respectivamente, que o Ministério da Saúde já distribui aos estados, na próxima semana terá a entrega de doses (da AstraZeneca) pelo Consórcio da Organização Mundial da Saúde (OMS) vindas da Índia e da Pfizer/Biontec. 

“Com essas vacinas, teremos doses para a próxima quarta-feira e até o dia 26. Com isso teremos condições de alcançar algo em torno de 20 milhões de brasileiros vacinados no mês de março. E todo esforço para chegar ao mês de abril com 50 milhões de pessoas vacinadas e ter condições de superar essa pressão de internações na rede hospitalar e reduzir os óbitos”, destacou o governador do Piauí, que preside o Consórcio Nordeste. 

O gestor estadual disse ainda que o ministério da Saúde trabalha na regulamentação da Lei aprovada no Congresso Nacional que permite a compra de vacinas por estados e municípios, para que as doses compradas sejam repassadas à pasta para ser distribuída no Plano Nacional de Imunização. 

Ele relatou que baseado nisso, a Procuradoria dos estados do Nordeste, a equipe jurídica do Ministério e a Advocacia Geral da União já fazem um contrato onde o ministério seja interveniente, para que as 37 milhões de doses adquiridas pelo Consórcio seja distribuída em todo país. Ficou acertado que, apesar de os estados firmarem os contratos, o governo federal compromete-se a efetuar o pagamento, o que garantirá que as doses sejam incluídas no PNI (Plano Nacional de Imunização) e distribuídas proporcionalmente a todos os estados. 

Os contratos serão assinados por cada estado entre segunda (15) e quarta-feira (17). Cada dose custará US$ 9,95 (R$ 55,25 na cotação atual). O preço total de cada contrato depende ainda do cálculo de outros itens, como frete. O cronograma ainda não foi fechado. Caso o Ministério da Saúde não efetue o pagamento na chegada de cada remessa, os nove estados nordestinos pagarão a fatura e distribuirão as doses apenas entre eles. As doses, vindas da Rússia, devem chegar ao Brasil entre abril e julho. 

Segundo o ministério, o cronograma inicial apresentado pela empresa prevê a entrega de 400 mil doses da vacina até o fim de abril, seguidas de 2 milhões de doses no fim de maio. O restante deve ser entregue até o fim de junho. 

Em fevereiro deste ano, após meses de críticas devido à falta de revisão e o passo acelerado de sua aplicação na Rússia, a vacina Sputnik V teve a análise preliminar de sua fase 3 de ensaios publicada pela revista britânica The Lancet. 

A Sputnik V ainda não teve registro liberado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas, houve compromisso de Pazuello com a celeridade do processo.



Com informações da Folhapress/cidadeverde

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga