Publicidade 01

Slider

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

publicidade

publicidade

Text Widget

Sample Text

TV 100 Barreiras

GERAL

CLIQUE E VEJA AS NOVIDADES!

SAÚDE

ENTRETENIMENTO

ESPORTE

FOTO DO FATO

» » Aprovado requerimento de Paulo Martins que pede Força Tarefa contra roubo de animais


A Assembleia Legislativa do Piauí aprovou, durante a sessão dessa quarta-feira, 19.05, requerimento do deputado Paulo Martins que solicita ao Comando da Policia Militar e a Delegacia Geral de Polícia Civil a realização de uma Força Tarefa com o objetivo de combater o roubo de animais, de pequeno e grande porte, nos municípios de Campo Maior, Cabeceiras, Jose de Freitas e Barras. 

Para o deputado Paulo Martins a motivação dos autores dos crimes é o lucrativo comércio clandestino de carne bovina, caprina e suína, prejudicando os pequenos criadores de Campo Maior, Cabeceiras, José de Freitas e Barras. 

Paulo Martins alerta que, além de estar causando prejuízos aos criadores, o roubo e abate dos animais é um crime que atinge também a saúde da população, já que a carne clandestina é comercializada sem a necessária fiscalização sanitária. 

“É preciso contar, nessa missão, com o apoio da Vigilância Sanitária dos municípios de Campo Maior, José de Freitas, Cabeceiras e Barras para fiscalizar açougues clandestinos que podem estar fazendo a receptação dessas carnes roubadas para comercializá-las ilegalmente, colocando em risco a saúde do consumidor”, destacou o deputado durante seu pronunciamento nessa quarta na ALEPI. 

Paulo Martins revela que houve casos em que animais doentes foram abatidos e comercializados pelos criminosos. 

“Recebi relato de criadores informando que até animais doentes foram roubados e abatidos, sendo que a carne oriunda desse produto de roubo estava imprópria para o consumo. Então além de ser feito o trabalho da polícia para evitar os furtos, é preciso evitar que esse tipo de carne seja consumida e para isso deve- se contar com a colaboração da população que não deveria adquirir carne clandestina”, denuncia o deputado.


Assessoria do deputado

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga