Publicidade 01

Slider

Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

publicidade

publicidade

Text Widget

Sample Text

TV 100 Barreiras


GERAL

CLIQUE E VEJA AS NOVIDADES!

SAÚDE

ENTRETENIMENTO


ESPORTE


FOTO DO FATO

» » CASSAÇÃO: A queda do prefeito João Félix que administra contra o tempo

Foto: Assessoria

A queda do prefeito de Campo Maior, João Félix, é tida como certa dentro de seu próprio grupo político, essas são as informações que circulam em rodas de conversas pela cidade. Após a última movimentação do processo que foi provocado pelo relator e desembargador Olímpio Galvão, onde o Ministério Público Superior, através da procuradora Teresinha de Jesus, manteve a condenação do atual prefeito de Campo Maior. O então o chefe do executivo perdeu suas noites de sono.

O certo é que João Félix tem os dias contados. Sua condenação foi confirmada através do parecer ministerial, que decidiu negar o provimento do Agravo interno movido pelo prefeito. A decisão foi dada pela procuradora de Justiça, Teresinha de Jesus Marques no dia 07 de outubro.

O processo agora retorna para o Tribunal de Justiça-TJ e será julgado pelo colegiado de 03 desembargadores. O Relator do processo analisa e da seu parecer, sendo esse a favor da condenação de João Félix, com o voto de mais um, culmina na cassação imediata do prefeito. 

VICE ASSUME?

Vamos embasar essa pergunta que a população de Campo Maior se faz com base na Teoria do Fruto da Árvore Envenenada.

Ela traduz a ideia de que, uma vez obtida a prova por meio ilícito, todas as demais provas dela decorrentes, conhecidas como provas por derivação, também serão consideradas ilícitas. É como a metáfora: se a árvore está envenenada, todos os seus frutos também estarão.

Existem provas que João Félix usou meios e uma manobra política para ter sua candidatura colocada na rua mesmo estando com o nome inelegível. Tanto João Félix como o seu vice Jordelio Pereira assumiram com conhecimento o risco pós-eleição.

QUAL O CAMINHO?

Na verdade existe a chance do vice-prefeito assumir, assim como existe também a chance quase inexistente do ex-prefeito Professor Ribinha também assumir, mas a probabilidade maior é um cenário com nova eleição em Campo Maior.

Em todos os munícipios essa foi à decisão do Tribunal Superior Eleitoral-TSE; decretar nova eleição para que a escolha do novo prefeito seja através do voto.   

João Félix administra contra o tempo. O prefeito que já recebeu em 10 meses de gestão mais de R$ 100 milhões de reais e mesmo assim não apresentou a população uma obra de sua autoria. O excelentíssimo tem usado muita tinta nos prédios públicos e se apropriado de obras do gestor passado. A única obra entregue em sua gestão, a revitalização da Praça Rui Barbosa, feita com recursos de doação de empresários.  

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga